Colonia: linda cidadezinha histórica uruguaia cheia de bons restaurantes!

Colonia del Sacramento, ou simplesmente Colonia, é uma cidade histórica pequenina e charmosa, perfeita para passar um dia, principalmente se você estiver em casal. Fundada pelos portugueses em 1680, a vila já foi colônia portuguesa e espanhola! O centro antigo conta um pouco dessa história, com casas coloniais e ruas de pedra como em Ouro Preto. Como há poucas ruínas e museus relacionados, para entender melhor o passado da cidade o melhor é fazer um walking tour (facilmente agendado no Centro de Visitantes próximo à muralha antiga – sai às 15 horas, custo 150 pesos) ou um passeio guiado com um guia particular (às 12h, 14h e 16h pelo mesmo valor – Carlos, tel 099 724 037).

Mesmo sem a explicação histórica, caminhar pelas ruas antigas e arborizadas é facílimo e super gostoso, é só pegar um mapa da cidade no Centro de Informações na rodoviária e ir bater perna! Ao redor da Praça 25 de Mayo, a principal da cidade, estão alguns pontos turísticos famosos, como a Calle de los Suspiros (a mais antiga e fotografada de Colonia), a Basílica do Santíssimo Sacramento datada do século XVII, o Farol da Colônia e, por fim, o antigo Portão de Armas. Por ali também ficam inúmeros restaurantes deliciosos, que aliás, parecem estar espalhados pela cidade inteira. Nunca vi tanto lugar para comer em uma vila tão pequena! Só não perca muito tempo no Drugstore, turístico e bonitinho na praça, mas com uma comida que não condiz com o ambiente (vale só tomar um café ou vinho).

A famosa e minúscula Calle de Los Suspiros em Colonia

A famosa e minúscula Calle de Los Suspiros em Colonia

O antigo Portão de Armas.

O antigo Portão de Armas.

Muitos turistas passam somente o dia em Colonia, pernoitando em outra cidade. Com tanta comida deliciosa (e mais barata que em Montevidéu), eu acho essa pressa um desperdício! Rs. Com certeza vale passar uma noite lá, jantar com calma e depois ver as mesmas ruelas iluminadas. Afinal, esse é um destino tranquilo, romântico e extremamente foodie.

Centro histórico em Colonia: lojas e galerias super bonitinhas

Centro histórico em Colonia: lojas e galerias super bonitinhas

Instalação com carros antigos perto do Restaurante Drugstore: jardineira e mesa para jantar

Instalação com carros antigos perto do Restaurante Drugstore: jardineira e mesa para jantar

Provei várias delícias na viagem! Queria experimentar tantos lugares diferentes, que faltou refeição! Aqui vão os estabelecimentos por onde passei:

Charco Hotel & Bistrô (Calle San Pedro, 116): Eu adorei o Charco! O bistrô fica dentro de um hotel boutique de frente para o Rio da Prata. A vista é linda, com periquitos selvagens nas árvores. O ambiente é moderno, clean e aconchegante, perfeito para relaxar. O menu é curto, porém oferece pratos para todos os gostos: carne, peixes, saladas, massas e sanduíches. Eu provei um atum selado com legumes que estava maravilhoso! Ah! E o atendimento também foi de primeira (pedi couvert, uma taça de vinho branco e o prato principal e desembolsei 550 pesos – ou R$ 67 – com a gorjeta).

Ambientes do Charco Hotel & Bistrô e meu prato: atum selado!

Ambientes do Charco Hotel & Bistrô e meu prato: atum selado!

Vista do Restaurante Charco Bistrô

Vista do Restaurante Charco Bistrô

El Buen Suspiro (no alto da Calle de los Suspiros): Esse lugar é uma graça! Do lado de fora, apenas uma portinha. Do lado de dentro, um lugar intimista e rústico que serve combinações variadas de queijos, embutidos e pastinhas e uma carta extensa de vinho em garrafa ou na taça (pedi três taças de vinhos reserva diferentes e uma taboa enorme de queijos e outros petiscos e paguei 919 pesos – ou 111 reais – com os 10% de serviço).

Fachada e interior do El Buen Suspiro em Colonia

Fachada e interior do El Buen Suspiro em Colonia

Queijos e vinhos no El Buen Suspiro

Queijos e vinhos no El Buen Suspiro

El Cali Sorvetes Artesanais (na Praça 25 de Mayo, Calle San Miguel, 91): Se prepare, pois a bola pequena do sorvete é enorrrrme! Eu pedi dois sabores e quase não consegui terminar (mentira! Rs). Só é difícil escolher o sorvete, eu adorei o de doce de leite com o próprio doce na massa e o de chocolate suíço. Mas, sabe como é, eleger o favorito é uma tarefa complicada (tamanho junior por 80 pesos, duas bolas por 100 pesos).

Sorvetes artesanais em Colonia...

Sorvetes artesanais em Colonia… Yum!

Além da comilança, vale visitar o site oficial da cidade para ver se não há nenhum evento acontecendo no período em que você estiver por lá (não mude a língua para português no canto direito superior site, pois essa versão não é atualizada frequentemente). Eu, por exemplo, peguei um pedaço da Semana do Turismo, com apresentações gratuitas de música e peças de teatro especiais.

Foi uma pena meu marido não poder estar comigo em Colonia. O lugar teria sido perfeito para começar nossa comemoração de dois anos de casados… Mas, tudo bem, programamos uns dias bem especiais no meu próximo destino uruguaio: Punta del Este!

Passeando pelas margens do Rio da Prata em Colonia

Passeando pelas margens do Rio da Prata em Colonia

OUTRAS INFORMAÇÕES:

Hospedagem: Fiquei em um hotel bonitinho que tinha suites e também quartos dormitórios em estilo albergue, o Hostel & Suites del Rio. Localizado perto da avenida principal, com muitos banheiros, wifi gratuito, quartos limpos e novos (porém pequenos), boas camas e um jardim (o hostel atrai viajantes procurando um lugar aconchegante e barato). Só achei que o café da manhã poderia melhorar um pouco, tinha somente pão de forma, doce de leite e geleia, suco de laranja, café e uma muffin por pessoa.

Chegando à Colônia a partir de Montevidéu: Há saídas de ônibus da Rodoviária Tres Cruces em Montevidéu praticamente a cada 1h e meia com as empresas COT (maior quantidade de horários) e Turil. O trajeto demora entre 2 horas e meia e 3 horas. O ticket com taxa de embarque sai 618 pesos, aproximadamente R$ 75 (ida e volta).

Restituição de 18,4% do IVA: Vale para compras no cartão de crédito/débito realizadas em restaurantes e lojas, além de gastos com alguns serviços turísticos. Teoricamente o valor é restituído em todas as bandeiras de cartões, mas isso não tem acontecido com o Master Card (que seria restituído na fatura). Para o VISA, o valor é reembolsado antes da finalização da compra (você vê o valor economizado na nota).

Mais informações sobre atrações em todo Uruguai: O blog Viver Uruguay, escrito por uma baiana que mora no país, está bem explicativo e cheio de dicas!

 

comments2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: