Como arrumar a mala para uma volta ao mundo ou mochilão

Uma das maiores dúvidas ao planejar minha volta ao mundo era o que levar na mala. Seriam 11 meses alternando climas diversos – do verão escaldante ao inverno com neve – e ocasiões bem diferentes: um trem de luxo na Índia, um acampamento no meio do deserto, uma baladinha na Europa etc. Como colocar tudo o que seria necessário em uma única mala com pouco mais de 20 quilos?

Levar apenas uma bagagem em uma viagem tão longa pode parecer impossível, mas não é. E olha que eu sou uma mulher vaidosa! Viagem para mim não é sinônimo de papete e camiseta dry fit. Como montar uma mala de volta ao mundo? Bom, eu usei duas regras simples: (1) levei roupa de verão e inverno para uma semana, depois é só encarar uma lavanderia; (2) escolhi peças básicas que podiam ser combinadas entre si. Por exemplo, comprei um vestidinho de verão que podia ser usado em temperaturas mais frias jogando uma meia-calça grossa e uma segunda pele justinha por baixo. Só empacotei “peças coringas” que podiam ser usadas de várias maneiras. Acho que a mais coringa delas foi uma canga-bolsa-colar que ganhei da minha mãe. A canga de praia vinha em formato de bolsa (com um pequeno bolso para guardar dinheiro) e a alça virava um colar! Mil utilidades!

Para não enjoar das mesmas roupas, sair diferente nas fotos ou “sofisticar” um look casual, eu levei vááários acessórios. Brincos, pulseiras e echarpes fazem milagres nessa hora! Claro que você deve escolher itens leves, para não pesar muito. Acredite, uma mala muito pesada ou muito grande é um inferno! Muita gente cansa de viajar por conta do trâmite das bagagens: carregar tudo, arrumar, encontrar o que se precisa no meio da bagunça etc. Apesar de ter montado uma boa mala, embarquei com uma bagagem de 26 kg que caiu para 22 kg no meio da viagem. Prova que tinha coisa ali que eu não precisava!

Segue então a lista de coisas que levei, para ajudar você a fazer a sua! Lembrando que alguns itens são muito pessoais, vão do estilo de cada um. Eu, por exemplo, ignorei todos os conselhos sobre não levar um sapato alto na viagem. Eu sempre uso salto, até para trabalhar, então reservei espaço para um no meio de tudo. Escolhi um preto básico, confortável (que passo o dia inteiro andando sem problemas) e pronto. E usei bastante o dito-cujo! Com certeza sapatos-altos vão à contramão do “mantra mochilão”que a maioria dos guias de viagem usa em suas dicas de bagagem… “Leve só um tênis/sandália e camisetas”, repetem os gurus. Mas a verdade é que, se você nunca usa um tipo de roupa onde mora, as chances daquela peça virar somente um peso morto na mala são grandes (de volta às lindas papetes!).

Ou seja, se você quer ir a muitas baladas e restaurantes bacaninhas, leve sim maquiagem, mesmo que um expert no Trip Advisor diga que é besteira. Bom, acho que deu para entender, né? Aqui vai a lista do que levei na mala, separada em duas categorias, “Roupas” e “Cacarecos Importantes”. No final coloquei umas fotos para vocês conseguirem visualizar melhor.

Ah! E depois de escolher e comprar as roupas e acessórios, ponha tudo na mala e tente andar com ela. Ficou impossível? É sinal que algo precisa ficar… Rs. E lembre-se, se você comprar algo durante a viagem, alguma coisa vai precisar sair da mala. Você pode doar itens que não quer mais nos albergues, ou enviar pelo correio para casa.

Roupas:

  • Um casaco impermeável preto (como escolhi um mais bonitinho, usava na cidade e para “aventuras”).
  • Um casaco comprido preto de inverno
  • Um casaquinho leve avermelhado
  • Um casaquinho leve preto (que mandei de volta para o Brasil depois de comprar um casaco de couro na Itália)
  • Um vestido sem manga vermelho
  • Dois vestidos tipo “envelope” com manga curta (e de material que não amassava)
  • Uma blusa de balada (camiseta preta, de paetê)
  • Duas calças jeans, uma para o dia a dia, outra escura e mais bonitinha
  • Uma calça molinha, daqueles que a gente fica em casa ou vai pra praia, que não amassa
  • Uma bermuda jeans na altura do joelho (praticamente meu uniforme de viagem, já que dava para usar em vários climas e ocasiões).
  • Um short jeans
  • Uma calça preta de trekking que podia virar bermuda
  • Uma saída de praia em forma de saia (dava para usar na praia ou para sair)
  • Umas 5 camisetas
  • Umas 5 regatas
  • Quatro camisas de inverno (manga comprida, mais quentinhas)
  • Quatro blusas de manga tipo “segunda-pele” (uma branca e uma preta sem gola e duas outras – uma preta e uma verde – com gola rolê)
  • Um pijama mais quente para o inverno e outro mais leve (short + blusinha) para o verão
  • Uma meia-calça grossa (quase um legging) e outra um pouco mais fina
  • Duas echarpes e um porta-biju de pano cheio de bijuterias, elástico para cabelo etc.
  • Três sutiãs, um preto e outro branco no estilo multi-funções (daqueles que viram frente-única etc.) e um preto tipo nadador
  • 12 calcinhas (6 pretas e 6 brancas)
  • 3 meias compridas de inverno
  • 6 pares de meia curtas (para tênis)
  • Uma calça e duas blusas de academia (eu levei elásticos e me exercitava 3 vezes por semana)
  • 2 biquínis
  • Uma canga comprida (aquela em formato de bolsa),saída de praia tipo saia curtinha e um vestidinho saída de praia (que dava para ser usado como vestido de verão)
  • 1 bandana da bandeira do Brasil (usava com faixinha na cabeça, ou para tirar foto com a bandeira)
  • Um boné e um gorro de lã
  • 1 óculos-escuros (não resisti e comprei outro na viagem)
  • Duas luvas, uma quente e uma “segunda-pele”
  • Uma bolsa-sacola colorida (não ocupa espaço e é coringa para usar na praia ou na cidade)
  • Sapatos: um sapato-alto preto, uma havaiana, um tênis preto, uma bota preta de montaria, um sapato estilo “boneca” vermelho com salto grosso, uma sandália de praia Anabela (usava na praia, ou para sair em lugares quentes)

Cacarecos Importantes:

  • Protetores auriculares moldados (como de natação) e máscara de dormir – vai te ajudar muito na viagem (contato para os protetores: Audicare Siemens – 41 3022-5775).
  • Sacos a vácuo que diminuem o volume das roupas e ajuda a separar os itens sujos na mala
  • Toalha de secagem rápida (travel towel), vendida naquelas lojas de material de aventura/escalada, a toalha seca em poucos minutos, evitando o famoso cheiro de cachorro molhado.
  • Lanterna pequena: útil para entrar e sair dos quartos de albergue à noite, para andar em trilhas/ilhas/praias etc.
  • Cartelas extras dos remédios que precisam de prescrição médica, com prescrição em inglês (para no caso de você ser parado por uma autoridade local) e uma farmacinha básica
  • Kit pequeno de costura
  • Kit pequeno de manicure (tesourinha, lixa, pinça)
  • Cópias (digitalizadas e impressas) do passaporte e cartões de crédito para emergências
  • Um adaptador de tomadas universal
  • Lembrancinhas pequenas para presentear quem te ajuda mundo afora (ex: chaveiros, fitinhas do Bonfim etc)
  • 2 elásticos com “pesos” diferentes para alongar e se exercitar (isso é importante para mim)
  • Um tupperware com fechamento a vácuo (ótimo para guardar objetos soltos e para levar um lanche em passeios) e um canivete suíço (quebra um galho em várias situações)
  • Um secador bi-volt de viagem (daqueles dobráveis e pequenos)
  • Maquiagem: lápis de olho, rímel, um kit com três sombras, 2 batons, blush e corretivo.
  • Uma nécessaire com todos os itens de higiene: shampoo, condicionador, sabonete, filtro solar, hidratante, repelente, escova de dente, pente etc (ia comprando outros no meio da viagem)

Com a lista pronta, vem o desafio de achar a mala ideal. Os puristas proclamarão que uma viagem de volta ao mundo “de verdade” tem que ser feita com um mochilão. Vários deles, porém, acabaram sendo internados com problemas de coluna, desistindo do discurso militante a la Che Guevara e aderindo a modelos híbridos, com rodinha.

Eu acabei escolhendo um desses modelos, a Doubletrack 28” da North Face que tem capacidade de 64 litros, rodinhas, mas que também vira uma mochila para os momentos em que você precisa dar aquela corridinha para pegar o trem. Além disso, ela vem com uma “mochila de ataque” de 10 litros para os itens que você precisa alcançar com frequência e é bem leve. Na mochilinha eu levei meu laptop, uma máquina fotográfica, meu porta-passaporte, um caderno com caneta, meu iphone, um pendrive e os fios e carregadores dessa tralha toda.

Bermuda jeans que virou uniforme de viagem e algumas camisetas

Bermuda jeans que virou uniforme de viagem e algumas camisetas

Bolsa-sacola colorida: usava na praia e até para ir à ópera!

Bolsa-sacola colorida: usava na praia e até para ir à ópera!

Casacos mil utilidades! O vermelho usando para escalar o Kilimanjaro e na cidade para fazer "camadas". Detalhe da calça preta que virava bermuda!

Casacos mil utilidades! O vermelho usando para escalar o Kilimanjaro e na cidade para fazer “camadas”. Detalhe da calça preta que virava bermuda!

Meu pijama de inverno! Conversando com a galera do hostel em um pós balada!

Meu pijama de inverno! Conversando com a galera do hostel em um pós balada!

Os vestidos que levei: o vermelho e, do lado direito, dois tipo envelope.

Os vestidos que levei: o vermelho e, do lado direito, dois do tipo envelope (um mais “noite” outro para várias ocasiões).

exercicios-volta-mundo

Exercitando com elásticos na viagem. 

comments2

Anúncios

6 comentários em “Como arrumar a mala para uma volta ao mundo ou mochilão

  1. Muito boas as dicas!!!
    Oque aconselha para Uyuni/ La Paz? Mochila ou mala com rodas?
    Obrigado
    fer

    • Olha, depende do que você prefere. Levamos nossa mala com rodinhas que vira mochila, mas não a usamos como mochila, só com rodinha mesmo. Não sei como está o itinerário, mas se for andar muito com a mala, aí talvez valha a pena levar mochila.

  2. Adorei as dicas e as fotos ilustrativas! Obrigada por compartilhar sua experiência 😊

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: