Vinhos ícones do Chile: valem o custo?

Finalizando a série sobre vinhos chilenos, quero dividir a minha opinião sobre alguns vinhos ícones deste país vizinho. Será mesmo que vale pagar o preço de um Almaviva, Clos Alpata, Seña ou Caballo Loco?! Existem alternativas!

A definição do gosto por um vinho é muito mais subjetiva e pessoal do que racional e mensurável. Como já disse antes, vinho bom é aquele que você gosta. Mas como o imponderável é poderoso neste universo de produto, o bom trabalho de marketing rende muito dinheiro aos produtores, só que nem sempre entregam o benefício para quem consume a bebida.

Alguns vinhos chilenos conquistaram fama internacional nos últimos 10 anos por sua alta qualidade e preços mais altos ainda. Estrategicamente bem posicionados no mercado e com um marketing irretocável, vinhos como o Almaviva brilham aos olhos daqueles que sempre querem saber qual a garrafa mais “top” disponível. Movidos pelo marketing, muitos consumidores não hesitam em comprá-los, alimentando ainda mais essa fama.

Almaviva 2009. Foto: O globo.com

Almaviva 2009. Foto: O globo.com

Como o setor no país está protegido contra competidores internacionais, esses ícones reinam quase que absolutos no mercado chileno. Afinal, em terra de cego, quem tem um olho é rei, certo? Mas o fato é que o Seña, o Don Melchor e os demais não se tornaram unanimidades internacionais. Na verdade, vários especialistas apontam que seus preços não condizem com o produto. No Chile, eles estão protegidos, mas e se estivessem ao lado de um bom vinho francês?! Vamos tirar a prova?

Vinhos famosos do Chile

Vinhos famosos do Chile

Vale dar uma rápida escapada para o mercado mais democrático e competitivo do mundo dos vinhos: os EUA. Lá, todos os vinhos do mundo competem de igual para igual, até mesmo contra os próprios americanos. Vejam a tabela abaixo – ela apresenta o preço dos vinhos ícones do Chile nos diferentes mercados:

tabela-preco-vinhos-chilenos-famosos

Opa! Em média os vinhos top do Chile são 50% mais baratos nos EUA do que no próprio Chile!!! Faz sentido?! Todo!

Sem competidores, os produtores chilenos abusam do preço de suas iguarias. Mas ao lado de grandes vinhos do mundo eles perdem espaço, ajustando-se obrigatoriamente ao equilíbrio natural do mercado. Um consumidor de vinhos franceses nunca pagará 250usd em um Almaviva, já que por este mesmo valor ele compra 2 vinhos Bordeaux iguais ou até mesmo superiores.

Vinho Caballo Loco. foto: Baccos.com.br

Vinho Caballo Loco. foto: Baccos.com.br

Já tive a chance de experimentar o Almaviva, Caballo Loco e Don Melchor. São excelentes, sem dúvida! Complexos, ricos, elaborados. Mas não valem o que custam no Chile. Portanto, recomendo segurar o ímpeto, comprar mais vinhos intermediários, que podem ser tão bons quanto, desembolsando menos dinheiro. Ainda assim você tem vontade de experimentá-los?! Segure a onda e reserve espaço na mala em uma próxima viagem aos EUA. Sim, vale experimentá-los, mas a um preço justo.

enoturismo-bruno comments2

Anúncios

Um comentário em “Vinhos ícones do Chile: valem o custo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: