Viagem de carro por Portugal, 2a. parte: Cascais e Évora

Bochechas de Porco Alentejanas

De Lisboa, voltamos para a estrada para a última parte de nossa road trip por Portugal. Buscamos o carro logo pela manhã no aeroporto e fomos para Cascais, a praia dos lisboetas a apenas 15 minutos. Compramos um sorvete e ficamos caminhando pela orla, admirando as falésias e a Boca do Inferno, uma caverna escavada pela força do mar. De lá, paramos no restaurante Quinto Sabor e nos esbaldamos no polvo de forno cozido com azeite, cebolas e vinho (como a casa é pequena e familiar, o atendimento é lento, mas valeu a espera. O prato estava bem servido e custou 12 euros.)

Boca do Inferno em Cascais

Boca do Inferno em Cascais

Polvo de forno com vinho

Polvo de forno com vinho

Acho que a passagem por Cascais acabou ditando o tom do restante da viagem, pois não paramos de comer um segundo. Também, fazer dieta em nosso próximo destino seria um sacrilégio já que Évora, capital do Alentejo, é famosa tanto pelos tours de vinho e pratos típicos saborosos, quanto por seus monumentos singulares, como o Cromeleque dos Almandres, um arranjo oval de pedras de 6.000 a.C., considerado tão místico quanto o Stonehenge.

Ruínas de Cromleque de Almandres, 6.000 a.C.

Ruínas de Cromleque de Almandres, 6.000 a.C.

Para preparar o estômago, fomos andar por esta antiga vila história cheia de estudantes universitários, visitando a catedral (1,50 euros), a Praça do Giraldo (o centro da cidade datado de 1.573), as ruínas de um templo romano e a Capela dos Ossos, sem dúvida o templo religioso mais interessante que já conheci (visita com fotos por 3 euros). Idealizada por três monges no século XVII, sua construção tem um único propósito: fazer com que pensemos na brevidade da vida e em como levar uma existência significativa.

Ruínas do Templo Romano

Ruínas do Templo Romano

Sé de Évora

Sé de Évora

Praça do Giraldo em Évora

Praça do Giraldo em Évora

“Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos.” A frase gravada no topo da entrada da capela prepara o visitante para o que está por vir. Suas paredes e colunas da capela foram revestidas com ossos desenterrados dos cemitérios e igrejas da região, enquanto as abóbadas brancas receberam pinturas sobre a morte. Dois poemas escritos por um frade franciscano completam a cena. O que eu mais gostei foi esse:

“Aonde vais, caminhante, acelerado?

Pára… Não prossigas mais avante;

Negócio, não tens mais importante,

Do que este, à tua vista apresentado.

Recorda quantos desta vida tem passado,

Reflecte em que terás fim semelhante,

Que para meditar causa é bastante

Terem todos mais nisto parado.

Pondera, que influído d’essa sorte,

Entre negociações do mundo tantas,

Tão pouco consideras na morte;

Porém, se os olhos aqui levantas,

Pára… Porque em negócio deste porte,

Quanto mais tu parares, mais adiantas.”

Inscrição entrada Capela dos Ossos

Inscrição entrada Capela dos Ossos

Interior da Capela dos Ossos

Interior da Capela dos Ossos

Janela capela dos ossos

Janela capela dos ossos

Dentro da Capela dos Ossos

Dentro da Capela dos Ossos

Pensativos, deixamos a capela e fomos celebrar a vida com um maravilhoso almoço no tradicional Típico Guião, um dos restaurantes mais antigos de Évora. Aceitamos a sugestão do garçom e pedimos uma bochecha de porco (carne macia e sem gordura) com batatas e purê de espinafre (de raspar o prato!) e um bife de porco preto com migas de tomate (uma espécie de risoto de pão que é uma delícia!). A única coisa que não gostei foi do vinho tinto da casa, mas como sairíamos dali para uma degustação de vinho, tudo terminou bem.

Bochechas de Porco Alentejanas

Bochechas de Porco Alentejanas

Porco preto com migas de tomate

Porco preto com migas de tomate

Os vinhos e o enoturismo alentejanos têm ganhado cada vez mais visibilidade. E com o título de melhor região vinícola para se visitar (concedido pelo jornal USA Today em 2014), essa tendência só deve aumentar. Para começar o estudo de vinhos locais, faça uma degustação gratuita no escritório da Rota dos Vinhos do Alentejo na Praça Joaquim António de Aguiar em Évora. De lá, agende um tour pelas adegas do distrito ou faça seu próprio roteiro de carro. Com várias vinícolas nas cidades vizinhas, você pode virar um expert em apenas alguns dias enquanto conhece o interior de Portugal que tem um quê de Toscana (mapa completo das adegas aqui). Limitados pelo curto tempo de nossa estadia, só conseguimos agendar uma visita com degustação para a Herdade do Esporão em Monsaraz (tour e degustação de 4 vinhos por 15 euros/pessoa). Foi uma tarde gostosa, com muitos queijos, embutidos e, é claro, vinho. O legal dessa propriedade é que eles promovem várias atividades no verão, incluindo um passeio de bicicleta com picnic e um Sunset Dinner (de sexta à domingo). Ambos parecem imperdíveis!

Herdade do Esporão

Degustação na Herdade do Esporão

Vista na Herdade do Esporão

Vista na Herdade do Esporão

Uma vez escutamos de um sommelier neozelandês que “os vinhos são como as pessoas, muitos passam em nossas vidas, mas são aqueles diferentes, às vezes quase estranhos, que nos marcam.” Assim, foi nossa viagem por Évora, uma cidade pequena e repleta de peculiaridades: uma capela feita de ossos, um centro antigo cheio de estudantes caminhando com togas pretas, uma paisagem simples com adegas elegantes e um monumento místico de 8.000 anos erguidos em meio à mata. Nosso amigo neozelandês estava certo, Évora tem seu lugar garantido em nossa memória.

Arco-irís em évora

Para fechar a viagem mágica, um presente no caminho de volta

OUTRAS INFORMAÇÕES:

  • Hospedagem: Adoramos o B&B Hotel, um hotel três estrelas logo após a entrada murada de Évora. O quarto não era muito grande, mas muito confortável e o atendimento foi excelente. O hotel possui garagem (5 euros/noite) e um bom café da manhã (4,50 euros/dia) com pães variados, frios, doces e bolos, cereais, frutas, além de sucos, chá e café (45 euros/diária para casal).

 

comments2

Anúncios

2 comentários em “Viagem de carro por Portugal, 2a. parte: Cascais e Évora

  1. Vi o vosso link para a Praça do Giraldo no meu site Visitevora e decidi passar por aqui. Fico muito contente pelo lugar que a minha cidade conquistou na vossa memória. Muitos parabéns pelo site! Boas viagens!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: