Cartagena em 5 dias: o melhor da gastronomia e os passeios mais legais

Um dos melhores jeitos de celebrar qualquer coisa aqui em casa é viajando. Não é à toa que fui para Gramado para comemorar meu aniversário e agora, para o aniversário do meu marido, comprei uma daquelas promoções imperdíveis no Melhores Destinos para que pudéssemos soprar as velinhas em Cartagena, no Caribe colombiano.

Cartagena das Índias, seu nome oficial, está dividida em uma parte moderna que lembra Miami e um centro histórico colonial fundado em 1533, declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Durante o domínio espanhol, a cidade foi o maior alvo de ataques piratas no mundo, razão pela qual os governadores da época enveloparam a vila antiga com uma muralha de 11 km (hoje, existem somente 9 quilômetros, já que uma parte foi desmanchada devido ao crescimento urbano). Apesar de ficar um pouco distante das praias, a cidade fortificada é o coração de Cartagena, com os monumentos mais interessantes, uma arquitetura encantadora e vários barzinhos e restaurantes. Se você está considerando passar por aqui, não tenha dúvida, escolha um hotel no centro histórico, onde dá para ir a pé para a maioria das atrações.

Linda arquitetura em Cartagena. Tudo sempre florido!

Linda arquitetura em Cartagena. Tudo sempre florido!

Plaza del Reloj - a principal praça da cidade onde tudo acontece

Plaza del Reloj – a principal praça da cidade onde tudo acontece

Aliás, a grande atração da cidade é simplesmente caminhar e admirar as construções coloridas com varandas de madeira adornadas por cascatas de flores em becos iluminados por lampiões. Se perdendo pelas calles antigas, você naturalmente encontrará vários marcos turísticos, como as praças mais importantes, a Torre do Relógio (entrada principal da cidade histórica) e a Catedral de San Pedro Claver, que tem um museu adjacente sobre esse jesuíta que dedicou sua vida a ajudar os escravos (ingresso por R$ 10). Outro lugar que merece uma parada rápida é o Palácio da Inquisição, um museu com uma mostra pequena, porém marcante, sobre a terrível caça às bruxas que também afligiu o Novo Mundo (R$ 19/pessoa). Ah! E não deixe de incluir um passeio pela Calle de Las Bovedas que termina em um mercado de artesanatos localizado debaixo de uma parte da muralha onde você pode subir e bater fotos panorâmicas bem legais. Só se prepare para os ambulantes e guias carrapatos que te empurram seus produtos insistentemente enquanto você tenta apreciar a paisagem (diga um “no, gracias” e siga seu caminho sem entrar no papo dos vendedores, ou eles nunca te deixarão em paz).

Na frente da Catedral San Pedro Claver

Na frente da Catedral San Pedro Claver

O melhor jeito de aprender mais sobre Cartagena e descobrir aqueles cantinhos que só os moradores locais conhecem é agendando um walking tour. Mas nem pense em contratar um dos vários guias que te pentelham na rua, já que a maioria tem um repertório cansado e batido, passando pelos mesmos pontos turísticos que o ônibus do city tour oficial. Depois de muito procurar, eu e Guico achamos uma guia australiana tão apaixonada pela vida na cidade e pela história “não publicada” de Cartagena, que o jornal local dedicou uma página inteira da edição de domingo ao seu trabalho como guia. Kristy, e sua famosa bicicleta laranja Nemo, são praticamente um novo ícone cartageno. Além de esclarecer detalhes sobre a arquitetura e criação da cidade, ela ainda presenteia os visitantes com uma passagem por Getsemani, o bairro boêmio vizinho ao centro fortificado. O tour, que leva duas horas, inclui áreas que normalmente você não conheceria sozinho e uma parada para provar delícias típicas. Consideramos o passeio imperdível para quem gosta de mergulhar um pouco mais na cultura local (geralmente em inglês, 50.000 pesos por pessoa, agendado diretamente com a Kristy).

Guia Kristy

Kristy e sua bike Nemo (porque ela a perde, mas sempre a reencontra!)

 Aprendendo no tour: cada puxador de porta simboliza as pessoas da casa: leão para militares, lagartos para nobreza, peixes para comerciantes etc.

Aprendendo no tour! Cada puxador de porta simbolizava as pessoas da casa: leão para militares, lagartos para nobreza, peixes para comerciantes etc.

Kristy explica uma rua cheia de grafites legais que homenageiam personagens históricos esquecidos

Kristy explica uma rua cheia de grafites legais que homenageiam personagens históricos esquecidos

Estilo alternativo em Getsemani

Estilo alternativo em Getsemani

No final do dia, para descansar as pernas e entrar em um clima relax de férias, vá até o Café del Mar, um bar de frente para o mar no topo da muralha, perfeito para tomar um vinho enquanto você ouve uma música e espera o por do sol (40.000 pesos, ou R$ 48, pela meia garrafa de vinho branco). A paisagem tranquila depois de um dia de bateção de pernas transmite uma sensação de paz sem igual na agitada Cartagena.

Espaço Café del Mar - bom chegar umas 17h para pegar um lugar legal

Espaço Café del Mar – bom chegar umas 17h para pegar um lugar legal

Café del Mar na Muralha de frente para a praia

Café del Mar na Muralha de frente para a praia

Lindo por do sol em Cartagena, com vinho e música

Lindo por do sol em Cartagena, com vinho e música

Nos arredores da cidade murada ficam os outros dois sítios históricos principais da região, o Castelo de San Felipe de Barajas e o Mosteiro da Popa. Decidimos não visitar o mosteiro, pois moradores locais nos disseram que, com exceção da vista, não há muito o que ver por lá. Já San Barajas, nossas fontes prometiam, era um sítio arqueológico rico em história. Assim, em nosso segundo dia de viagem, saímos para conhecer o castelo (R$ 20/ingresso), que na verdade é um forte construído em 1.536 para defender a baía de Cartagena. Acabamos contratando um guia local no guichê de ingressos (R$ 12), um velhinho sem dentes que era muito difícil de escutar. Como a explicação é importante para entender os detalhes da construção, recomendamos pagar por um áudio-guia na entrada (R$ 12 para duas pessoas). Se você decidir ir caminhando até San Barajas, assim como nós fizemos, aproveite para na volta tomar um dos sucos gigantes do Café Lunático, que fica na Calle Media Luna, um lugar cheio de barzinhos e albergues a duas quadras do Parque Centenário.

Subindo o Castelo San Barajas

Subindo o Castelo San Barajas

Castelo San Barajas por dentro

Castelo San Barajas por dentro

Você deve estar se perguntando, “mas e as famosas praias caribenhas?” Bom, a verdade é que as praias urbanas de Cartagena não são exatamente belas, com uma faixa de areia estreita e escura e aquela farofa rolando solta. Para ver o mar azul de águas cristalinas do Caribe, você precisa agendar um passeio de barco até uma das ilhas próximas, as Ilhas do Rosário (por R$ 72 você visita esse arquipélago lotado, que tem praias bonitas, porém com muitos vendedores ambulantes chatos), a Ilha Mucura (como fica mais longe, o ideal é dormir lá um dia) ou a Ilha do Encanto, uma praia privada a uma hora de lancha da cidade (passeio por R$ 144 incluindo almoço, mais 13.500 pesos/pessoa de taxa portuária – aproximadamente 16 reais – válida para qualquer um dos passeios). Nós escolhemos a última opção e passamos um dia tranquilo tomando mojitos em espreguiçadeiras literalmente na beira da praia. Na baixa temporada, não é necessário agendar os tours previamente, é só ir até ao porto (praticamente em frente à Torre del Reloj, bem fácil de ir andando) e pechinchar com as várias agências disponíveis (o passeio para a Ilha do Rosário pode acabar saindo ainda mais barato).

À toa na espreguiçadeira da Isla del Encanto

À toa na espreguiçadeira da Isla del Encanto

Colocando o chinelo para descançar na Isla del Encanto

Colocando o chinelo para descançar na Isla del Encanto

Praia urbana Cartagena

Praia urbana Cartagena

Se o acesso às praias mais bacanas parece um pouco restrito, o mesmo não acontece com os melhores restaurantes, já que Cartagena é um destino extremamente gastronômico. Sentimos que faltaram refeições no dia para experimentarmos todas as delícias da cidade, que tem opções de restaurantes maravilhosos tanto no lado moderno, quanto no centro histórico. Mesmo assim, conseguimos provar toda a lista abaixo, que recomendamos com cinco estrelas:

Restaurante Don Juan – A melhor experiência gastronômica que tivemos em Cartagena. O ambiente é elegante, mas simples, e o atendimento, primoroso. O cardápio é variado (carnes, peixes, massas etc.), com um toque mais contemporâneo. O polvo na brasa com molho de azeite, manteiga, ervas e – pasmem! – bacon estava de outro mundo (28.000 pesos). Arrisco dizer que foi o melhor polvo que comi na vida. Os pratos principais giram em torno de 45.000 pesos (R$ 54). Precisa de reserva (agende cerca de 2 a 3 dias antes).

Polvo no Restaurante Don Juan, espetacular!

Polvo no Restaurante Don Juan, espetacular!

Restaurante La Mulata – Uma opção barata para provar pratos caribenhos deliciosos. Trabalha com cerca de quatro “pratos do dia”, o que deixa o serviço bem rápido. Normalmente, há uma sopa de peixe ou salada de entrada (a sopa estava ótima!). Pedi uma cazuela de frutos do mar (uma espécie de ensopado com leite de coco) que vinha com arroz de coco, salada e banana prensada, acompanhamento típico da Colômbia, por 22.000 pesos (mais ou menos R$ 26, os outros pratos custavam 15.000).

Cazuela de frutos do mar com arroz de coco, banana "pisada" e vegetais salteados

Cazuela de frutos do mar com arroz de coco, banana “pisada” e vegetais salteados

Restaurante La Vitrola – Com uma decoração caribenha dos anos 80, o lugar é um dos mais tradicionais da cidade. Os pratos, focados em frutos do mar, são gostosos e caros, cerca de 53.000 pesos (R$ 63). A música ao vivo é bem legal e dá outro brilho à casa. Precisa de reserva (agende cerca de 2 a 3 dias antes).

Restaurante Club de Pesca – O único que fomos na parte moderna da cidade, está localizado junto ao Iate Clube, sendo uma ótima opção romântica para à noite (faça uma reserva com pelo menos 2 dias de antecedência, para o almoço não é necessária agendar previamente). A cozinha é variada, mas com um foco maior em peixe e frutos do mar (os pratos custam aproximadamente 60.000 pesos, ou R$ 73).

Cevicheria Trattoria Donde Wippy – Comemos uma poã de centoia (caranguejo do pacífico) divina por 28.000 pesos (R$ 33). Os ceviches também estavam espetaculares (custavam o mesmo que o prato acima).

cevechi

Lanchonete Sierva Maria – Tem uma decoração bonitinha misturando os pisos e estrutura colonial com detalhes no estilo “scrapbook”. É um ótimo lugar para lanchar arepas (um bolinho achatado feito com farinha de milho) fritas ou tostadas, com um suco ou café. Eu prefiro as tostadas, que podem levar queijo, carne ou frango (4.000 pesos, ou R$ 4,80).

Arepa tostada do Sierva Maria

Arepa tostada do Sierva Maria

Doceria e Restaurante Mila – Com um ambiente moderno e impecável, a Mila Pasteleria reune uma galera bonita para um happy hour ou aniversários. A torta Sinfonia de Coco (8.000 pesos, R$ 9,50) é a estrela da casa, mas nós também adoramos os salgados (vimos cada prato passando, que dava vontade de pedir tudo!)

Sobremesa Sinfonia de Coco

Sobremesa Sinfonia de Coco

Crepes & Waffles – Apesar do crepe com nutella ser uma delícia (6.000 pesos), o gelato é ainda mais gostoso (4.300 pesos para dois sabores). Peça um de doce de leite, que vem com o doce cremoso misturada à massa do sorvete. Como disse meu marido, é um esculacho de bom!

Depois de jantar, volte e ande novamente pela cidade, revendo os principais monumentos, agora iluminados. Ou quem sabe pare em um dos bares de salsa que ficam lotados depois das 22 horas. Nós escolhemos contemplar a cidade à noite a bordo de uma charrete (40.000 pesos no final de semana para 20 minutos de passeio), uma opção retrô onde fica fácil imaginar como devia ser a vida colonial nesta antiga vila espanhola. Terminamos nossa visita à Cartagena assim, margeando a muralha mais perto da praia com um céu limpo, ouvindo somente o andar da carruagem, e absorvendo a beleza da cidade uma última vez antes de pegar o avião de volta para casa. 

Andar de carruagem é um passeio popular em Cartagena

Andar de carruagem é um passeio popular em Cartagena

OUTRAS INFORMAÇÕES:

  • Táxi do aeroporto até o hotel: Custa entre 8.000 a 10.000 pesos (aproximadamente 10 reais). Procure por taxistas credenciados (com o carro amarelo tradicional), pois há muitos motoristas não autorizados tentando apanhar turistas no local. É bom sempre negociar o preço antes da corrida, pois nenhum táxi na região possui taxímetro.
  • Hospedagem em Cartagena: Adoramos o Hotel Boutique Las Carretas agendado no Booking.com (R$ 336 com taxas para quarto de casal). Apesar de não ser tão luxuoso quanto outras opções dentro da cidade murada, o hotel é cheio de charme, oferecendo uma pequena piscina no terraço (ótima para se refrescar no final do dia), atendimento impecável e um café da manhã delicioso (não era buffet, mas incluía frutas, ovos, uma variedade de pães, e uma opção de comida local – arepas, empanadas etc.)
  • Outros Passseios: Definitivamente não é nossa praia, mas há também um passeio que oferece banho de lama em um local de água lamacenta sulfurosa. Como já senti o cheiro do ambiente em um lugar parecido na Turquia, não tive 1% de vontade de me aventurar. Porém, se você gostaria de experimentar, o valor fica em mais ou menos 60.000 pesos com a Opitours.
  • Quantidade de dias em Cartagena: Cinco dias são mais que suficientes, mas se você tem mais tempo, considere pegar um avião até San Andres, ou passar uns dias em Santa Marta, um balneário mais afastado e menos comercial.

 

comments2

Anúncios

35 comentários em “Cartagena em 5 dias: o melhor da gastronomia e os passeios mais legais

  1. Amei o post e conhecer melhor! Outro dia vi umas passagens baratas para lá e fiquei pensando no que teria para fazer e como seria o acesso a estas praias e ilhas mais bacanas. Muito bom, tb querooooo! (E o melhor, parece ser um destino mais em conta no caribe)

    • É um destino bem bacana, apesar das praias ficarem um pouco distantes. Dentro da muralha, os hotéis e restaurantes são mais caros, mas em Getsemani tudo é mais em conta (e é do lado!). Eu gostei bastante, ainda mais por poder curtir bastante em poucos dias!

  2. Não ligo muito pra praia e gosto justamente de cidades lindas e históricas assim! Estou louca pra ir pra Cartagena!! Da próxima promoção não passa! rs

    • Eu gosto de praia, mas também não sou dessas de ficar horas torrando, então também gosto de opções (ou fico entediada)!!! Vá! Vc vai se divertir!

    • Que bom que gostou, Sandra! Aproveite a viagem! E se descobrir alguma outra coisa legal que valha se repassada, é só escrever aqui! bjão e boooa viagem!

  3. Leticia, amei seu post! Pesquisei bastante e foi, de longe, o melhor que li. Fiquei curiosa só com o roteiro completo dos seus 5 dias. No post vc falou do segundo dia e depois acabou espaçando e não citando os lugares que foi nos outros dias.

    Parabéns pelo blog! Adorei!!! Mil beijos, Aline.

    • Oi, Aline! Nossa, fiquei super feliz com seu comentário! Que bom que o post será útil!!! Então, fizemos mais ou menos assim… No 1o. dia, como o check in era às 14h, ficamos andando pela cidade à tarde com o mapinha que o hotel deu na recepção, visitamos alguns marcos assim (entramos na catedral etc), jantamos em uma cevicheria. No segundo dia, fomos ao castelo e, à tarde, ao café del mar. No terceiro dia, fizemos a viagem de barco à ilha del Encanto e à noite jantamos no Don Juan. No quarto dia, andamos toda a muralha, fomos a alguns museus e comemos bastante (fizemos um tour doce, que coloco o link para você aqui: https://girosporai.com.br/2014/12/30/5-lugares-especiais-para-fazer-um-tour-doce-por-cartagena/). No quinto dia, fizemos o walking tour com a Kristy, andamos de charrete e comemos mais um monte. Eu teria feito esse tour antes, para aproveitar as dicas durante a viagem, mas só descobri a Kristy mais para o final. Espero ter ajudado!!! Super beijo!

      • Ótimo! Tudo anotado! Fiquei empolgada com o Ilha Del Encanto. Parece ótimo e o preço justo tendo all inclusive. Já enviei um e-mail pra Kristy. Lembra quanto ela cobra? (ai, desculpa, tô te enchendo de perguntas!).

        Agora vou saborear seu post doce por Cartagena. 😀

        Obrigada mais uma vez pela atenção! Seu blog é incrível e vou divulgar pra quem puder!

        Bjs!

      • Eu gostei muito de passar o dia por lá… Foi bem mais tranquilo que nas outras ilhas! A Kristy cobrava 50.000 pesos colombianos por pessoa. Não é super barato, mas valeu a pena.

  4. Olá..
    Tudo bem?
    Estou amando muito seus posts.
    Vou para Cartagena e uma amiga minha me indicou ontem para vir neste blog e estou adorando muito.

    Gostaria de saber se vc poderia me dizer se é tranquilo levar real para trocar por pesos colombianos em Cartagena ou se o ideal mesmo é levar dólar (pergunto isso porque o dólar está muuuito alto, não é? rsrsrs).

    Obrigada pelas dicas..Muito boas..muito legal mesmo..

    • Oi, Sarah! Que bom que está gostando do blog! Então, as casas de câmbio que vi por lá não aceitavam real. Mas também não fiz uma busca grande… A princípio eu falaria para levar dólar mesmo. bjos e boa viagem!

  5. Pingback: cARTagena | O Mundo de sofia

  6. Melhor blog que vi (e olha que li muitos) a única que traz valores, preços e que é bem clara em tudo. Amei estou indo agora em novembro com a familia

  7. tem algum passeio saindo da cidade e indo para San andres?
    vou passar o ano novo em cartagena

    • Oi, Claudia! San Andres fica um pouco distante, está a 1h30min de avião de Cartagena. Ou seja, não há tours, pois demorariam muito de barco etc.

  8. Amei o seu blog com as dicas de Cartagena. Irei em fevereiro próximo. Soube que existem pelo menos dois restaurantes Dom Juan. O que você recomenda é o da Calle di Colégio ou o da Praça de San Diego?

    • Oi, Gloria! Que bom que gostou do blog! O restaurante do Dom Juan é o do link (clicar em cima do nome “Dom Juan” no Blog”. O endereço é Restaurante Donjuán
      Calle del Colegio # 34-60 Local 1
      Centro histórico, Cartagena de Indias. bjos e boa viagem!

  9. Boa tarde, gostei muito do seu link, e me ajudou bastante estou indo para Cartagena
    em marco sabe me dizer se aceitam travel money em dólar….?? Obrigada

  10. Oi Letícia, adorei as dicas! obrigada por dividir sua experiência!. Eu e meu marido estamos indo pra Cartagena semana que vem e eu gostei muito da dica da Kristy. Entrei no site dela mas tem várias opções de day tour (history, food and culture, street art…). Por acaso vc lembra qual vc fez?
    Obrigada e um abraço.

    Ana Letícia

    • Oi, Ana Letícia! Então, se não me engano fizemos o tour histórico, mas acho que com ela não tem erro, pode escolher qualquer um! Rs. Um abraço e boa viagem!

  11. Estou indo com meu marido para Cartagena no final de maio e vamos nos hospedar no bairro de Boca Grande; é possível ir até a cidade amuralhada a pé? A cidade de Cartagena é segura? Tem alguma atração em Boca Grande? A que horas costuma ser o check out nos hoteis? Agradeço desde já.

    • Olá, Marilda! Eu não iria de Boca Grande à cidade murada. Não é tão perto. Cartagena é relativamente segura, mas não é Europa, então é bom sempre ter cuidado. O check out dos hoteis variam em torno de meio-dia, depende de hotel para hotel.

      Um abraço e boa viagem!

  12. Leticia,
    Vou para Cartagena na px semana e adorei suas dicas.
    Gostaria de saber se vc tem o contato da Kristy ou como faço para encontrá-la?
    Muito obrigada

  13. Adorei seu blogue. vou ficar 5 dias e dps vou a San Andres, poderia me fazer um roteiro p eu não perder tempo/, obrigada

    • Oi, Sueli! Eu não faço roteiros, só dou dicas mesmo dos lugares que fui. Não conheço San Andres, então infelizmente não consigo te ajudar com dicas para lá!

  14. Letícia, parabéns pelo blog. Li até os comentários, muito bom e muito atenciosa.

    Vc salvou a minha vida, pois minha esposa esta sendo bombardeada por uma amiga que quer nos convencer a ir para a Europa fazer viagens corridas em 2 ou 3 países e gastando uma fortuna em poucos dias. (tremenda roubada)

    Obrigado e !VIVA CARTAGENA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: